GoBabyGo

Alô #ShoutOut followers!
GoBabyGo são os convidados desta semana!
Num dia solarengo deste Outubro surpreendente, estivemos à conversa com o Ricardo Teixeira, baterista da banda.
Oriundos da mui nobre cidade invicta, os GoBabyGo são, segundo o Ricardo: “uma espécie de Punk Rock com um sorriso nas trombas.”
E aqui sorrimos nós!! 😀
“Os GoBabyGo tocam rock n’ roll com muita energia e um sorriso nas trombas. Do chá ao whisky, é ao vivo que misturam tudo e dão uma grande festa. E sim, há whisky para a fila da frente.”

E melhor que palavras, a imagem!
“Let´s look at the trailer and see a movie!”
Que é como quem diz, ora vejam! 😉
https://www.youtube.com/watch?v=lmczgp454tA

11218977_907608802625631_779814802276048446_n

Anúncios

The Machine Wolf

unnamed

“THE MACHINE WOLF”

(Jorge Oliveira)

“Decididamente a minha imagem, a minha cara, a minha banda… A primeira coisa que pensei quando me propus a formar os TMW, foi essencialmente na sensibilidade e personalidade das pessoas, e não, somente, na capacidade como músicos/técnica que eles pudessem ser/ter… Felizmente, consegui reunir o lado bom de todas as facetas.”
#TMW (The Machine Wolf) é o primeiro projecto que trazemos até vós.

Estivemos à conversa com o Jorge Oliveira, o mentor do projecto, também conhecido pelas diversas colaborações em bandas como: #Hands on Approach, #Classificados, #GNR, #Fingertips, #Souq ,  #Darko, entre outras.
Sobre o panorama actual da música nacional: “ É de louvar o surgimento quase em catadupa de bandas novas com muita qualidade e diversidade. Tem havido de facto muitas ofertas, muito por culpa de entidades (editoras, agências, etc..) novas que se têm criado para proporcionar a essas mesmas bandas a edição de um trabalho seu. Não era fácil por motivos que em nada dignificam a música nacional, em tempos, poder colocar estes variadíssimos produtos no mercado. Felizmente, os tempos mudaram e as pessoas acompanharam essa mesma evolução.”

Reconhecemos nas palavras do Jorge a mesma convicção que nos move: “…o caminho é sermos nós próprios a criar a plataforma para lançarmos o nosso próprio produto.”
Fiéis ao nosso intuito na divulgação dos projectos de forma não crítica e sempre em sintonia com os autores, o tema “Nothing/Everything”, faz parte do EP “Eclectric” sugerido pelo Jorge, e que bem sugerido! 😉